BRASÍLIA, 5 de novembro de 2019 – O iRAP, em associação com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), anunciam o lançamento do BrazilRAP (programa brasileiro de avaliação viária) hoje.

O programa BrazilRAP visa abordar as estradas de maior risco em todo o país em parceria com agências nacionais e estaduais. O programa será hospedado pelo DNIT em associação com especialistas locais, por meio de pesquisa e recursos locais, apoiado pelo iRAP que inclui parceiros em mais de 100 países.

O CEO do iRAP Rob McInerney diz que a divisão do iRAP no Brazil formará parcerias entre governo, organizações de investimento, pesquisa e mobilidade e demais ONGs de todo o país para enfrentar o problema dos traumas nas estradas.

“Quase 47.000 vidas são perdidas a cada ano devido aos acidentes viários no Brasil e a eliminação das estradas de alto risco é fundamental para a redução dessas mortes e lesões.1

Organizado pelo DNIT, o programa alcançará novos pontos fortes com base no desenvolvimento inicial realizado pela Labtrans (Laboratório de Transportes e Logísticas da Universidade Federal de Santa Catarina) como um Centro de Excelência do iRAP no Brasil, desde 2015.

“A liderança local é a chave para o sucesso de salvar vidas em todas as nossas parcerias em mais de 100 países em todo o mundo. À medida que o Brasil investe em melhorias viárias em larga escala em todo o país, maximizar a segurança desse investimento trará fortes benefícios de transporte, saúde e economia”, afirma McInerney.

O estabelecimento do BrazilRAP baseia-se em uma série de projetos de avaliação e investimentos de vias que foram concluídos desde 2010, quando o projeto Global Road Safety Facility do Banco Mundial convidou o iRAP para trabalhar com o Departamento de Rodovias de São Paulo. O iRAP orientou o investimento dos US$ 429 milhões financiados pelo Banco Mundial ao Projeto de Transporte Sustentável de São Paulo e desenvolveu a capacidade local para o uso da metodologia e do software do iRAP.

Desde então, 20.000 km foram classificados segundo a metodologia do iRAP em nove estados brasileiros (Acre, Ceará, Espírito Santo, Mato Grosso, Minas Gerais, Pernambuco, São Paulo e Rio de Janeiro) e também no Distrito Federal.

O Brasil é um dos países incluídos na Iniciativa Bloomberg para Segurança Rodoviária Global (BIGRS), que está sendo realizada ao longo de dez anos (2010-2019) por um consórcio de parceiros internacionais, juntamente com governos nacionais e organizações locais. O BIGRS Fortaleza realizou avaliações pré e pós-construção de vias em 163 km de corredores e cruzamentos de alto risco. Uma redução de 40% nas mortes foi alcançada, salvando aproximadamente 423 vidas.

O diretor de planejamento e pesquisa do DNIT, Luiz Guilherme Rodrigues de Melo, disse que a segurança é fundamental para o DNIT e sua estratégia de segurança no trânsito.

“Vários projetos importantes do BrazilRAP estão programados para promover melhorias de segurança nas redes viárias nacionais e estaduais lideradas por governos, concessionárias e organizações corporativas em benefício do Brasil e de seus usuários das vias”, disse Rodrigues de Melo.

“Uma avaliação de 55.000 km de classificação por estrelas de toda a rede pavimentada do DNIT começará em breve. É uma das maiores aplicações da metodologia do iRAP no mundo,” acrescentou.

Projetos adicionais do BrazilRAP liderados por parceiros incluem:

  • Uma nova concessão de 1.273 km entre Piracicaba e Panorama, exigindo um investimento de R$ 14 bilhões, foi anunciada pela ARTESP e será a primeira a incluir a metodologia iRAP para medir os níveis de segurança da nova infraestrutura.
  • Um investimento de US$ 730 milhões em estradas mais seguras está em andamento para projetos na Bahia, São Paulo e Fortaleza.
  • A concessionária de infraestrutura Arteris está investindo € 2.160 milhões entre 2018 e 2020. O iRAP fez parceria com a empresa para avaliar mais de 4.500 km de estradas de concessão e fornecer treinamento sobre infraestrutura de segurança viária para os funcionários.

“Nós estamos empolgados para lançar o BrazilRAP hoje e estamos ansiosos para proporcionar um importante impacto de salvar vidas e prevenir ferimentos graves na rede viária do Brasil,” Sr. Rodrigues de Melo acrescentou.

O BrazilRAP fornecerá ferramentas de políticas públicas, acompanhamento de desempenho e de investimento para ajudar os governos a medir e gerenciar a infraestrutura de segurança viária e otimizar os investimentos em todo o país.  O BrazilRAP também desenvolverá a capacidade e o conhecimento local treinando e credenciando especialistas locais em segurança viária na metodologia do iRAP e conectando-os a colegas de todo o mundo.

O BrazilRAP vai ser orientado pela metodologia de classificação por estrelas do iRAP com base em evidências e pelas ferramentas de planejamento de investimento. Essa metodologia fornece uma medida simples e objectiva do nível de segurança que é parte integrante da estrada para os ocupantes do veículo, motociclistas, ciclistas e pedestres. As estradas de cinco estrelas são as mais seguras, enquanto as estradas de uma estrela são as menos seguras.

“BrazilRAP vai buscar eliminar as estradas inseguras de 1 e 2 estrelas e se tornar um líder mundial na concepção e construção de novas auto-estradas seguras e inteligentes de 3 estrelas ou melhores no país,” completa Sr. McInerney.

“Conquista mais de 75% das viagens em estradas de 3 estrelas ou melhores para todos os usuários das estradas até 2030 significa salvar mais de 17.000 vidas a cada ano, com um benefício econômico de US$ 12 por cada $ 1 gasto.2

Para obter mais informações:

1 Organização Mundial da Saúde. Relatório de status global sobre segurança rodoviária 2018. (201 6 ). Informação coletada em 1 de outubro de 2019, de https://www.who.int/violence_injury_prevention/road_safety_status/2018/en/
2 Programa Internacional de Avaliação de Rodovias. Business case de Vacinas para estradas mais seguras. (2018). Informação coletada em 1 de outubro de 2019, em https://www.vaccinesforroads.org/business-case-for-safer-roads/

Sobre o Programa Internacional de Avaliação de Rodovias
O International Road Assessment Program é uma organização sem fins lucrativos com a visão de um mundo livre de vias de alto risco. A instituição dedica-se à prevenção de mortes nas vias ao trabalhar com o governo, instituições de desenvolvimento, clubes de mobilidade, organizações de pesquisa e ONGs de segurança viária para moldar bilhões de dólares em investimentos em infraestrutura, com foco na segurança de todos os usuários da via – pedestres, ciclistas, motociclistas e ocupantes de veículos. O iRAP é o programa abrangente para programas regionais de avaliação de vias, incluindo EuroRAP, ChinaRAP, AusRAP, usRAP, KiwiRAP, IndiaRAP, RAP da África do Sul, ThaiRAP e MyRAP
http://www.irap.org/

Sobre o Departamento Nacional de Transporte e Infraestrutura Brasil (DNIT)
DNIT é o departamento nacional de infraestrutura de transportes no Brasil, autarquia sob a jurisdição do Ministério da Infraestrutura. Seu objetivo é implementar a política de infraestrutura de transportes, incluindo a sua operação, manutenção, restauração ou substituição, e expansão através da construção de novas estradas.
http://www.dnit.gov.br/

Contato com a mídia:
Luiz Guilherme Rodrigues de Mello
Diretor de Planejamento e Pesquisa
Departamento Nacional de Transportes e Infraestrutura Brasil (DNIT)
T          (61 ) 3315-4166
E         luiz.mello@dnit.gov.br

Julio Urzua
Diretor Regional, Américas
Programa Internacional de Avaliação de Estradas (iRAP)
M         +56 9 9546 9063
E         julio.urzua@irap.org

Materiais de suporte:

Get in touch with us to find out more information